O fim dos aplicativos emissores em SP

julho 12, 2016

SEFAZ-SP suspende o uso de emissores gratuitos para os documentos de NF-e e CT-e

o-fim-dos-aplicativos-emissores-em-sp

Já é sabido pelas empresas que a partir de janeiro de 2017, a SEFAZ (Secretaria da Fazenda) do Estado de São Paulo, irá suspender o uso dos aplicativos emissores de documentos eletrônicos de Nota Fiscal (NF-e) e Conhecimento de Transporte (CT-e).

Com isso, os contribuintes que hoje ainda fazem uso destes recursos gratuitos, terão que migrar a emissão destes documentos, a partir de um sistema gerencial próprio, ERP ou TMS.

Segundo um estudo levantado pela própria SEFAZ-SP, hoje, mais de 90% dos contribuintes de São Paulo, já emitem através de sistemas próprios, o que inviabiliza a manutenção dos aplicativos gratuitos.

Para o contribuinte, a necessidade sobre os emissores gratuitos, embora apresentem uma economia sobre os custos que envolvem os processos de emissão dos documentos, resultam também numa omissão de dados que podem e devem ser controlados pelo próprio contribuinte.

Controle de estoque, lista de fornecedores e controle do próprio faturamento são apresentados de uma forma muito superficial nos atuais aplicativos gratuitos, e passam longe sobre o controle oferecido em um ERP, por exemplo.

Sua vantagem está justamente na facilidade de utilização do aplicativo. Para empresas e contribuintes que emitem poucos documentos mensais e não querem migrar para aplicações robustas de controle empresarial, há opções no mercado que viabilizam a parte prática junto ao baixo custo dos processos de emissão.

O nddConnect e-Faturamento, por exemplo, é um sistema baseado em nuvem, que tem como principal objetivo a simplicidade dos processos, não deixando de lado, o controle efetivo sobre os documentos emitidos.

O sistema é composto por duas bases básicas: cadastros e emissão.

Na parte de cadastros, é possível fazer o preenchimento de todos os dados referentes aos participantes dos documentos (clientes), produtos, transportadoras e das próprias operações em si, junto aos seus devidos parâmetros.

Já na parte de emissão, estão contidos os dados básicos de faturamento, já direcionando o usuário à emissão simplificada dos documentos, que utiliza toda a base cadastral já criada como facilitador no processo de faturamento.

Além da facilidade oferecida nos processos de emissão, o sistema resguarda ainda ao contribuinte a segurança e agilidade aos documentos emitidos através do e-Monitor, onde é possível acompanhar todo o processo de emissão do documento, sua reimpressão e até a busca sobre a Manifestação de Destinatário do seu documento emitido, e também o e-Cold, que é a guarda segura e legal do documento.

Todos os serviços também são oferecidos baseados na nuvem, ou seja, o custo com estrutura é ZERO e todas as informações podem ser acessadas a qualquer hora e em qualquer lugar que tenha conexão com a internet.

Cadastre e receba esses e outros artigos por e-mail. Se ficou interessado consulte-nos para mais informações no contato@ndd.com.br

gostou? compartilhe para mais pessoas!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba conteúdos exclusivos!

Queremos saber quais são seus interesses.
Cadastre-se, é rápido e fácil!




    Eu aceito a Política de Privacidade

    Mostrar Aviso

    O que você está procurando?

    Suporte

    Para acessar escolha uma das soluções

    Caso você precise de ajuda ou tenha alguma dúvida, basta acessar o suporte!

    Telegram

    Com que você deseja falar?